Casais da TV

Um estudo realizado com 392 pessoas, todas casadas, quis investigar a relação entre o tempo investido no acompanhamento de séries e novelas e o estado do relacionamento, incluindo os níveis de satisfação, expectativas e comprometimento.

O alerta vai para aqueles que 'vivem' o que se passa na ficção, se envolvendo nas histórias. Essas tendem a se comprometer menos com os parceiros de carne e osso.

Os que afirmaram acreditar nos modelos dos romances da TV se mostraram mais propensos a não investir no relacionamento, preferindo inclusive a vida de solteiro. Esses também foram os que mais enfatizaram que manter uma parceria significa comprometer a liberdade pessoal e tempo dedicado a si mesmo e os que mais apontaram as falhas da cara metade.

"O estudo mostrou que pessoas que acreditam em modelos irreais são menos comprometidas e que os correspondentes da ficção são mais atraentes. Vivemos em uma sociedade que se espelha em imagens da mídia, e a maioria das pessoas não percebe a real influência disso ", disse o psicólogo que conduziu a pesquisa, Jeremy Osborn.

Fonte: Terra Saúde

 

Deixe uma resposta

Atendimento via WhatsApp!